Protestos contra as políticas do Governo Federal marcam o Dia Internacional da Mulher

sample-ad

A mobilização, que este ano escolheu o lema “8 de Março Unificadas”, reuniu cerca de 600 pessoas no Museu Nacional da República, segundo a Polícia Militar (PM/DF), para celebrar as conquistas femininas, reivindicar direitos e protestar contra as medidas adotadas pelo governo do presidente Michel Temer.

O ato teve início às 14h e contou com a participação de representantes de movimentos sociais, parlamentares e entidades representativas.

Entre eles a deputada federal Erika Kokay (PT/DF), dirigentes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), do Sindicato dos Bancários de Brasília e de movimentos políticos e sociais.

A ação mobilizou toda a sociedade para debater o atual cenário político do País.

Durante o ato, foram realizadas apresentações culturais, debates, oficinas para crianças, bazar, entre outras atividades de incentivo ao debate e ao engajamento de mulheres nas representações democráticas.

Um dos destaques foi a exposição cultural sobre as mulheres desaparecidas no período da ditadura militar.

O ato foi promovido pela Centra Única dos Trabalhadores (CUT) em Brasília e os sindicatos filiados, movimentos sociais e populares, que estabeleceram o seguinte lema: “Em favor da democracia, pela vida das mulheres, contra o racismo e em defesa dos direitos”.

Veja a nossa cobertura completa em:

https://www.youtube.com/channel/UC09z62ApVmWHNgQDfEfiA3g

www.revistagestaopublica.com.br

#Revistagestaopublica #DiaInternacionaldasMulheres #8demarço #igualdadedegênero #mulheres #direitossociais #manifestação #MichelTemer #CUT #Brasília #DF

Comentários com Facebook

POST A COMMENT.