Crescimento médio do PIB, com Dilma, só não foi pior que o de Collor

182
0
sample-ad

Quando se fala em crescimento econômico, a marca do governo Dilma Rousseff é a da decepção. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mesmo com a revisão, para cima, dos resultados do Produto Interno Bruto (PIB) de 2011, 2012 e 2013, a média de crescimento no primeiro mandato da petista foi de 2,1%, o pior resultado desde o governo Collor, que foi deposto por corrupção, com retração de 1,7%.

Em 2014, o PIB avançou 0,1%, resultado considerado pífio. Para os especialistas, os números da economia do governo Dilma mostram que a presidente errou na condução das políticas. Logo depois que assumiu, ela adotou, em conjunto com o então ministro da Fazenda, Guido Mantega, o que chamou de “nova matriz econômica”, aceitando inflação mais alta e adotando medidas intervencionistas, como a de baixar, à força, as tarifas de energia elétrica.

 

Clique aqui saiba mais…

Fonte: CB

Comentários com Facebook

POST A COMMENT.