Derrotados nas urnas, PT e PMDB assumem postura contrária ao novo governo

    0
    422

    O quadro no cenário político da capital federal mudou significativamente depois da sucessão eleitoral

    A eleição da Mesa Diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal, na semana passada, serviu para delinear a oposição que Rodrigo Rollemberg (PSB) deve enfrentar neste início de governo. PT e PMDB se articularam como bancadas para tentar impedir a vitória da chapa apoiada pelo governador, que tinha a distrital Celina Leão (PDT) à frente. Além disso, como partido, apenas o DEM adota uma postura claramente contrária à gestão socialista.

    O quadro no cenário político da capital federal mudou significativamente depois da sucessão eleitoral, que colocou em disputa os grupos de Rollemberg, do então governador, Agnelo Queiroz (PT), e do ex-deputado federal Jofran Frejat (PR), que tinha o apoio dos ex-governadores José Roberto Arruda (PR) e Joaquim Roriz (PRTB). Petistas continuaram próximos ao PMDB do ex-vice-governador Tadeu Filippelli e firmaram-se na oposição, enquanto os demais partidos se dividiram.

     

    Clique aqui e saiba mais…

    Fonte: CB

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here