Objetos achados e perdidos no metrô passam de 8 mil

0
72

SAMIRA PÁDUA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA 

Milhares de itens ordenados em prateleiras e caixas aguardam pelos donos. “Tem de tudo”, conta o inspetor de estação Joaquim Tito de Souza Filho, ao abrir as portas do depósito do Posto Central de Objetos Achados e Perdidos da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF).

Milhares de itens ordenados em prateleiras e caixas aguardam pelos donos. “Tem de tudo”, conta o inspetor de estação Joaquim Tito de Souza Filho, ao abrir as portas do depósito do Posto Central de Objetos Achados e Perdidos da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF).
Milhares de itens ordenados em prateleiras e caixas aguardam pelos donos. “Tem de tudo”, conta o inspetor de estação Joaquim Tito de Souza Filho, ao abrir as portas do depósito do Posto Central de Objetos Achados e Perdidos da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF). Foto: Tony Winston/Agência Brasília.

Os artigos mais perdidos são documentos, chaves, óculos e guarda-chuvas.

No posto, que fica na Estação Galeria, também estão remédios, moedas nacionais e estrangeiras, cartões do transporte público, bolsas, baldes, luvas de boxe, celulares e dentaduras.

De acordo com a empresa pública, de janeiro a novembro deste ano foram encontrados 8.071 objetos, e os locais onde as pessoas mais esquecem algo são as Estações Shopping e Central.

Foi o caso do servidor público David Duarte Amaral, de 52 anos. Na quarta-feira (12), ele recuperava um guarda-chuva esquecido, na semana anterior, na estação da Rodoviária do Plano Piloto.

“Eu o coloquei encostado no apoio de braço, estava com muita pressa e saí. Quando lembrei, já estava no ônibus, não dava mais para voltar”, conta. David ficou em contato por telefone com funcionários do posto para saber se o guarda-chuva chegaria por lá.

Essa não foi a primeira vez que ele recorreu ao serviço. “Outra vez esqueci uma bolsa, que foi encontrada. Entregaram aqui e consegui resgatar”, recorda.

Posto Central de Objetos Achados e Perdidos do Metrô-DF funciona desde 1998.

posto achados e perdidos metrô-df

O que fazer ao perder ou encontrar um objeto no Metrô?

Ao encontrar um objeto, o passageiro deve entregá-lo a um servidor do Metrô-DF, que o catalogará e encaminhará ao posto. “Se tiver um telefone, nós ligamos e pedimos para a pessoa vir buscar”, explica o inspetor Joaquim Tito.

Quem perdeu algo em alguma estação específica pode procurar qualquer funcionário no local para obter informações. Caso o item seja localizado, poderá ser retirado.

Do contrário, a recomendação é ir ao posto central ou entrar em contato pelo telefone (61) 3353-7337. O número atende de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas. Sugere-se dar o máximo de informações e características do item perdido.

O armazenamento é feito por 180 dias. Depois, os itens em boas condições são doados, e o restante é descartado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here