Veja como foram os 10 primeiros dias de Rollemberg como governador

    0
    342

    Visita surpresa à Administração Regional de Taguatinga, almoço no bandejão do Buriti, benção de dom Marcony, retrato de Lula na parede do gabinete: nem só de crise foi o início da gestão

    Correr no parque pela manhã, almoçar na casa da mãe, passear com os filhos e curtir uma boa noitada, com direito a conversa fiada com os amigos. Hábitos antes frequentes e perfeitamente conciliáveis com o trabalho parlamentar deram lugar a uma rotina, no mínimo, atribulada para Rodrigo Rollemberg (PSB), governador eleito e empossado no último dia 1º. Reuniões em série, ameaças de greve e um rombo no caixa do governo transformaram os 10 primeiros dias à frente da máquina pública numa prova de resistência. A ponto de não sobrar fôlego sequer para decisões simples, como, por exemplo, onde vai morar.

    No primeiro domingo como governador, após um extenso seminário com o primeiro escalão do governo, dormiu na Residência Oficial de Águas Claras, local do encontro. Apesar de ter afirmado inicialmente que não moraria lá, agora já cogita a possibilidade da mudança. A estrutura do lar agradou ao casal. Terça-feira, às 6h30, Rollemberg correu no Parque de Águas Claras. Ele sonha em retomar o hábito de fazer um cooper diário — costume deixado de lado em 2014 devido à pesada agenda de candidato. Não será fácil voltar à frequência de exercícios físicos e ao condicionamento ideal. “Tenho de melhorar. Estou sem ritmo”, admite. Na manhã seguinte, ele e Márcia Rollemberg receberam uma bênção: o bispo dom Marcony fez uma oração na capela da residência. Na quinta, o casal sentiu saudades da antiga casa e voltou à residência do Park Way.

     

    Clique aqui e saiba mais…

    Fonte: CB

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here